Eu realmente não consigo entender. Não quero discutir a questão gay do ponto de vista cristão (até porque, as perguntas e as respostas são as mesmas faz tempo e eu tenho horror a respostas prontas). Mas, uma pergunta não me quer calar é a seguinte, se a família acabou, o casamento está falido e coisa e tal. Mas olha essa matéria:

Zezinho e Turíbio: cerimônia cercada de emoção

Uma celebração que em nada se distancia dos tradicionais matrimônios entre homens e mulheres: damas de honra, bênção religiosa e muita emoção. O casamento dos arquitetos Zezinho e Turíbio Santos, além de uma bela festa, foi um marco em Pernambuco e pode ser o precursor de outras uniões entre pessoas de mesmo sexo no Estado.

http://jc.uol.com.br/canal/lazer-e-turismo/noticia/2009/09/04/zezinho-e-turibio-cerimonia-cercada-de-emocao-198694.php (leia todo o resto)

Daí a minha pergunta, Pra ser um casamento normal, só faltava ser do jeito que tá na Bíblia “macho e fêmea os fez”. Se querem ser tão diferentes, para que fazer tudo igual?

Anúncios