Pra quem ainda não sabe eu pesquisei durante um tempo sobre a relação de fé e razão na educação. Dei uma parada por uma questão profissional, mas pretendo retornar em breve.

Mesmo assim , sigo fazendo algumas reflexões e anotações para um trabalho que pretendo fazer em breve.

De tempos em tempos me deparo com umas pérolas da humanidade, coisas que não posso deixar de reparar. Todo mundo sabe que uma campanha política é uma arte, mas é também pautada em dados, pesquisas, estratégias de marketing. Tudo é muito bem pensado, é racional. Em tese, não deveria existir lugar para a fé. Por certo não há lugar para fé cristã (salvo nos casos de voto por cabresto, mas aí não é fé, é pilantragem), mas é interessante como alguns casos podem se tornar até folclóricos.

Vejamos essa matéria: Astrólogo preferido de Serra prevê derrota de Dilma*

Como assim? O Serra tem um astrólogo preferido? E fiquei pasmo: Ele previu a derrota de Dilma! Que profeta seria ele se dissesse algo diferente?  O Antigo Testamento está repleto de histórias semelhantes a essa. Mas não quero usar esse episódio de fé para afirmar a minha.

O nome dessa figura é Oscar Quiroga (outro momento pasme) um argentino de 50 e tantos anos.

Mas, a entrevista guarda outras raridades do marketing político. Quando diz que a Dilma será derrotada ele usa um termo bem interessante: “Posso afirmar concretamente”.

Entenda o problema dessa declaração, afirmar concretamente significa que ele tem algo que é tangível, como documentos, provas, testemunhas, algo real. Mas o que ele tem na verdade? Leiamos:

O que posso afirmar concretamente é que, apesar de este país estar flertando perigosamente com o autoritarismo, que cosmicamente já não tem mais cabimento no seu processo de evolução, isto garante que a Dilma Rousseff não vencerá esta eleição. Com certeza, ela e seu grupo representam o autoritarismo. E já deram provas concretas disso.

Posso rir agora? O que ele tem de concreto é uma declaração ideológica da direita superada desde o fim da ditadura! Cosmicamente eu não sei, mas politicamente esse tipo de análise é que não tem mais cabimento.

Então, pra quem ainda não entendeu, esse Hermano está fazendo campanha para o Vampiro paulista, usando os astros. Só que a única leitura que ele faz dos astros é uma declaração ideológica ultrapassada.

Como não quero me alongar muito só termino mostrando a credibilidade do Hermano: o repórter pergunta: O senhor tem ligações com o PSDB? E a resposta é incrível: Não, nem sou votante neste país. Não sou cidadão brasileiro.

Amigo, vc está apito a opinar sobre a seleção do Maradona. Vai chorar no túmulo da Evita que é lugar quente (ou não).

Concluindo, não há lugar para a fé no meio político, salvo quando pode ser usado para manipular alguém. Os astros eu não sei, mas Deus está vendo.

 

*http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4389266-EI6578,00-Astrologo+preferido+de+Serra+preve+derrota+de+Dilma.html

Anúncios