Um dos grandes argumentos dos crédulos em mensagem subliminar (sim! é uma questão de fé e não de ciência) é que não sei quem fez um estudo num cinema e blá blá blá. Leia isso e durma depois se for capaz:

 

Experimento de James Vicary

Uma das primeiras experiências realizadas com o emprego de mensagem subliminar teria acontecido em 1957, em um cinema na cidade de Fort Lee, nos Estados Unidos. O pesquisador de mercado James Vicary, também conhecido como Jim Vicary, disse ter usado um segundo projetor — o taquicoscópio — para inserir imagens que ficavam expostas por 1/3000 de segundos. As palavras projetadas na tela foram “eat popcorn” (coma pipoca) e “drink coke” (beba coca) sobrepostas às cenas do filme “Picnic”. Porém, a mensagem era rápida demais para ser percebida pelosolhos. O resultado da pesquisa foi um aumento de 57,7 % nas vendas da Coca-Cola e 
18 % no consumo de pipoca. 

Mais tarde, Vicary admitiu que tudo não passou de uma farsa. E que os resultados foram fabricados.

 

Eu já dizia que esse estudo para ser verdadeiro teria que me provar o aumento do consumo de bife de fígado na porta do cinema. Mas os crédulos dizem que eu estou exagerando. E é claro que eu estou, aumentar a venda de Fanta Uva já seria suficiente para mim – mesmo eu sendo um apreciador da bebida, também conhecida como vinho de crente, sei que a degustação dessa preciosidade é para poucos.

Enfim, enquanto muitos se digladiam sobre o tema, os mesmo continuam assistindo novelas, filmes, ouvindo funk e olhando capa de revista nas bancas cujas mensagens objetivas são muito mais nocivas que qualquer mensagem subliminar.

Anúncios