Imagem

 

Jesus é o nosso tesouro maior.

Salmo 119:11

“Escondi tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti.”

 

Introdução.

Pense em algo que seja de grande valor para você. Uma joia ou um relógio; algo que possa ser facilmente roubado. Certamente você guardaria num lugar seguro, não andaria com isso em lugares onde um ladrão pudesse roubar facilmente.

Me parece que o salmista está fazendo essa comparação com a palavra de Deus: um tesouro, que precisa ser bem guardado, para que o ladrão não roube a alegria de te-lo.

 

  1. O seu coração.

Que solo há mais fértil que o coração? Esse é lugar onde brotam nossas paixões, amores, dúvidas, angústias. É que coração que no momento da aflição dizemos que está apertado. Enfim, ele parece ser o maestro de nossa vida.

É também por ele [e nele] que deve começar qualquer renovação em nossa vida. Ezequiel (36.26) diz que a nova vida do povo de Israel começará quando o Senhor tirar o coração de pedra daquele povo e nele colocar um coração novo.

É por isso que a palavra vai ao coração, deve ser escondida no centro de nossa vida.

 

  1. A tua palavra.

A palavra de Deus é um tesouro, deve ser guardada. Compare a alguém que recebe uma grande herança, mas está cercado por ladrões, por isso precisa guardar essa riqueza. Tal soma não pode simplesmente ser colocada no porquinho lá de casa. Precisa ser depositado num lugar especial.

Isso ensina sobre a postura do cristão ao estudar a palavra de Deus; não se trata de um estudo superficial, é preciso conhecer profundamente. O cristão precisa se apropriar da palavra como um tesouro e guarda-la no cofre forte.

Mas o salmista não esconde a palavra na sua estante ou no seu intelecto, ele a guarda no lugar onde pode tocar a sua alma, no íntimo, lá onde estão as saídas da vida (provérbios 4.23), lá onde só você e Deus tem acesso.

 

  1. Para não pecar contra ti.

Na luta contra o ladrão (que é o pecado) não adianta apenas prometer que irá guardar o dinheiro; é preciso colocar em prática: a vitória é uma questão de atitude e não de promessa.

Todo cristão já tomou sua decisão de fugir do pecado quando se converteu, mas agora precisa colocar em prática. Não há outra maneira, a prática diária é a de guardar cada vez uma quantidade maior do tesouro, cada vez num lugar mais profundo do coração.

Lembre-se que as suas práticas são regidas por aquilo que está no seu coração: encha-o com lixo e isso será o valor da sua vida. Encha-o com tesouro e esse será o valor de sua vida.

Uma vida que tem atitudes de santidade é aquela que tem procurado se encher desse tesouro precioso, que é santo.

 

 

Conclusão:

A palavra de Deus é o tesouro. O pecado é o ladrão. O coração é o cofre. Você conseguirá se livrar do ladrão apenas se guardar (bem guardado) o tesouro no cofre.

Porque a morosidade em ler a Bíblia? Alguns já se tornaram amigos do ladrão. Ou usaram o cofre como lata de lixo. É preciso pedir que Jesus (e ele é a Palavra de Deus encarnada) que te livre do ladrão, que limpe o lixo do seu coração e faça ali morada.

Em última análise, é quando Jesus habita em nosso coração é que a santidade começa a reinar em nossa vida. Quanto mais palavras que saem da boca de Deus em estiverem em nós, mais de Jesus teremos em nós.

Anúncios