As consequências da fé.

Ezequiel 18: 30 – 31

“Portanto, eu vos julgarei, a cada um conforme os seus caminhos, ó casa de Israel, diz o Senhor Jeová; vinde e convertei-vos de todas as vossas transgressões, e a iniquidade não servirá de tropeço. Lançai de vós todas as vossas transgressões com que transgredistes e criai em vós um coração novo e um espírito novo; pois por que razão morrereis, ó casa de Israel?

Introdução:

Tenho certeza que se perguntar aqui se todos nessa manhã tem fé, a resposta será positiva. Até fácil de provar, levantar num domingo de manhã, não deixa de ser um ato de fé.

Mas não quero falar sobre a fé de um modo geral, tenho algo específico em mente. Até porque a palavra pode ser usada de muitas maneiras. Em textos como tenha fé na vida não tem o mesmo significado que  sem fé é impossível agradar a Deus . Fé é algo genérico e nada extraordinário, o diabo tem fé.

Portanto, dizer que tem fé, não é um diferencial no seu currículo. Então, podemos pensar que há uma forma de fé especial, que esperamos daquele que se diz cristão. Quero falar do temor sincero a Deus, que é diferente daquele medo que o crente sente quando fez algo errado

É possível ter fé sem arrependimento? Claro que sim! Já mencionamos o diabo logo acima e isso é possível que aconteça com muitas pessoas até mesmo dentro da igreja. Nem sempre a fé é marcada por esse tipo de mudança de vida. Estou afirmando que a fé é a certeza segura de que o Reino de Deus chegou até nós, como nos anunciou João Batista

Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

Mateus 3:2

Estou certo de que primeiramente somos encontrados pelo Reino dos Céus e a pós isso precisamos nos arrepender. Isso significa que vamos tirar de nós o mau caminho, vamos buscar ter um novo coração e um novo ânimo.

O arrependimento não está ligado ao medo da punição, mas à consciência que vem da fé de que estamos desagradando ao Deus que amamos.

Essa é então, a primeira característica de quem tem fé: a mudança de vida no sentido de agradar a Deus.

  1. Luta constante

Sim! Imediatamente quando confessamos pela fé a Jesus, entramos numa luta. Apesar de sabermos o resultado final, estamos em guerra!

Fomos libertos do pecado e livres da condenação, estamos livres da tirania da maldade. Apesar disso, o pecado ainda será questão de conflito dentro de nós enquanto vivermos nesse corpo mortal.

Embora o pecado perca o reinado em nós, ele nunca vai deixar de morar em nós, e de tentar nos humilhar todos os dias.

Sempre que pecarmos seremos acometidos de uma culpa profunda, se acusações sem fim, da expectativa do juízo de Deus… mas isso é um sinal de que temos a fé genuína; o homem sem fé não sente nada quando peca. Ele não está preocupado se desagradou ao seu Deus.

Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.

Romanos 7:19

  1. Santificação

Ninguém que tenha fé realmente irá sentir dificuldades em desejar a santidade. Deus é luz e nele não há treva alguma e ele não pode ter comunhão com as trevas.. Por isso, é claro que o papel do seu Espírito que habita em nós é de começar a limpar a casa onde ele habita. Somos o santuário de Deus, nosso templo não pode ficar entulhado de lixo do pecado.

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

1 Coríntios 6:19,20

Conclusão

Esses são alguns dos sinais para que você possa provar que sua fé é genuína. É preciso arrependimento. Quando o Reino Santo chega diante de você, não é possível ser o mesmo. E isso trará uma luta constante!

Pois eu dizia na minha pressa: Estou cortado de diante dos teus olhos; não obstante, tu ouviste a voz das minhas súplicas, quando eu a ti clamei. Salmo 31:22

A primeira preocupação de um cristão não deve ser seguir regras, claro que a Bíblia institui leis maravilhosas , que são para o nosso bem; não para condenar, mas para orientar até o melhor. Agora, pela fé, nós podemos ver aquilo que o pecado traz e nós não queremos isso, quais são essas coisas: inimizade com Deus, morte e condenação eterna. Mas nós queremos a paz com Deus e sua benção, não por medo da condenação, mas por amor a Ele.

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:2

Nesse texto, experimentar é provar por experiência, o que é diferente de algo que te contaram. E essa experiência é o que nos trará boa maturidade para sermos constantes.

No final de tudo, não haverá mais qualquer dúvida. Seremos como o apóstolo Paulo, seguros de nossa fé

Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,

Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Romanos 8:38,39

Anúncios