LulaPop

 

Quando ouvi  Lula dizer “Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão”(http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc2210200902.htm) tive a certeza que as coisas não acabariam bem. Lula estava praticamente dizendo que se venderia pelas 30 moedas de prata, não era necessário ser traído. Não precisa ser nenhum gênio político para saber que o caos que vivemos hoje é fruto das alianças entre o barbudo e o traidor. No caso, estou falando do Lula e alguns partidos conhecidamente sem vínculos com a ética; o outro barbudo preferiu a cruz a se aliar, pois sabia sua origem e onde queria chegar, sabendo que não havia caminho fácil, aceitou a traição. O PT preferiu o caminho fácil.

Pois bem, hoje o povo grita para Lula, Dilma e o PT “crucifica-os” e sabendo que sua eminente morte não trará a salvação ao povo, pelo contrário, o segundo estado será pior que o primeiro, eles tentam descer dessa cruz. Querem descer para se salvar e continuar alimentando a esperança de que são os salvadores do mundo, nada mais.

O caminho para auto-salvação é uma coisa que precisa ser estudada pela NASA, eles querem trocar Judas por Caifás, Herodes e alguns fariseus e saduceus. Pode ser que se livrem da crucificação por algum tempo, até porque, os judeus não crucificavam ninguém. Mas é uma questão de tempo para que sejam apedrejados.

A ironia da figura acima é lembrar que o PT nasceu na igreja católica com a Teologia da Libertação, que combinou Marx com Jesus, ambos com planos de salvação para o mundo. Mas se esqueceram que o primeiro era um teórico que nunca viu suas ideias na prática e o segundo, para ver seu plano de salvação funcionar, precisou carregar a cruz.

Me desculpem, não consigo ver salvação para o PT, no sentido escatológico. Já no político… Eu sou teólogo, não sociólogo.

Anúncios